sábado, 21 de março de 2015

LIBERDADE

  iberte-me, pois sou, unicamente, tradução
I    nterpretação dos meus mais íntimos mistérios
B   eirando um abismo que não avisto o chão
E   xcluí-me de alguns impostos critérios
R   econstruindo uma ideia de grande inspiração
D   escontruindo os cuidados que só pareciam sérios
A   ssumindo, que há uma liberdade de imaginação
D   esvendando sempre os possíveis mistérios
E   não permitindo, que de mim, façam compilação


Vannessa Adriana Butterfly
ANA JÚLIA

A   inestimável, linda e preciosa princesinha da titia
N   ão se dá conta que me fazer feliz é uma garantia
A   njinho tão meigo, sorridente, menininha simpatia

J   amais imaginei que tudo isso, em meu coração cabia
U  m amor arrebatador, nem se quer pensei que existia
L   inda borboletinha, me faz rir com mágica maestria
I   ntenso brilho em seus olhos meu coração contagia
A  H! Se possível, todos seus lindos sonhos eu realizaria


Vannessa Adriana Butterfly
INSPIRAÇÃO X IMAGINAÇÃO

Nem sempre escrevo o que vivo
Nem sempre vivo o que escrevo
Às vezes, apenas uso a inspiração
Dando asas à minha imaginação

Vannessa Adriana Butterfly
LAR

L ugar para onde sempre tenho
   a certeza de querer retornar,
   sinto que é o meu verdadeiro
   porto seguro, meu ninho, meu
   casulo, impossível substituição.

   A h! É onde me sinto mais à vontade,
    independente de ser muito luxuoso,
    ou bem simples, mas é o meu lugar,
    meu aconchego, é onde eu me sinto
    mais eu, em plena e suave liberdade.

R econheço que gosto muito de passear,
    viajar, e sempre que viajo, curto cada
    ínfimo momento, mas é quando chego
    no meu lar, que sinto minha alma se 
    acalmar, aproveito bem meu deleitar.

Vannessa Adriana Butterfly

segunda-feira, 9 de março de 2015

VERBALIZANDO SENTIMENTOS

Devemos aproveitar cada ínfimo momento
de nossa vida tão efêmera para dizer, e fazer
todas as coisas de bem às pessoas que amamos,
que nos fazem bem, que nos são importantes,
pois é certo que não temos controle do tempo...

Pois, são raros os momentos que temos essa
oportunidade, e mais rara ainda as vezes que
temos coragem suficiente para verbalizarmos
aquilo que guardamos com tanto sentimento
em nosso tão frágil, porém, sensível coração...

E, mais ainda, não sabemos bem quando nos
será tirada, essa tão importante oportunidade,
por qualquer motivo alheio a nossa vontade,
seja por uma distância provocada, ou por uma
distância não programada, almejada, esperada...


Vannessa Adriana Butterfly