domingo, 9 de fevereiro de 2014

COMO EU QUERO

Abraçar a vida com toda a leveza existente no meu ser
Enfrentar as chuvas e vendavais, correr pelos campos
Beijar as diversas estradas que a terra tem a me oferecer
Seguir o meu caminho, e deixar registrado em cada solo 

Pisado, as marcas do meu sensível, mas caro coração

Falar das minhas viagens, meus sonhos, meus sorrisos 

Também, das minhas lágrimas, meus anseios e desatinos
Contaminar a humanidade com o amor que há em mim
Escutar o gritante silêncio interior, e repassar ao mundo
Dançar feliz e faceira entre vales, montanhas e mares

Contribuir com o bem dos que precisam de tão pouco

Reservar-me a fazer feliz e humanizado esse mundo tão vil
Alcançar o coração dos que não conhecem bons sentimentos
Semear o bem que trago em desconhecidos compartimentos
Soar palavras de conforto, ajudar alguém a prosseguir bem

Conseguir, na minha insignificância, aprender e ensinar
Melhorar e agrupar sentimentos que estão tão dispersos

Mostrar que sou uma boa pessoa, na qual podem sentir 
Que podem confiar-me seus frágeis, sensíveis corações 
Enfim, viver tudo que me causa prazer, fazendo o bem.

Vannessa Adriana Butterfly

Um comentário:

SANTA CRUZ disse...

Vanessa: lindo o teu texto adorei. Bom domingo e boa semana.
Beijos
Santa Cruz