segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

 

SORRISO ENIGMÁTICO

Algo tão contagiante, tão magnético, tão mágico
Lá, quietinho em seu devido lugar, bem estático
Aqui, consegue colocar o meu corpo em ebulição
Parece que não conseguirei conter uma erupção

De uma maneira sobrenatural, surreal, me fascina
Um calor transita por todo meu corpo, me alucina
Tem um poder arrebatador, me deixa sem reação
Comprometedor poder de aprisionar meu coração

Prefiro não admitir saber de onde vem esse poder
Um sentimento que insiste meu coração envolver
Sentimento não correspondido, avassaladora paixão
Preciso me comportar, permanecer na admiração

Por isso, esse teu olhar, sem reservas, me envolve
Missão impossível, ao meu mundo não me devolve
Sei que seu sorriso daí, me deixa aqui em elevação
Uma busca incessante, ter de volta calma no coração

Vannessa Adriana Butterfly

SEM JULGAMENTOS

Levemente, sinto-me flutuar.
Minh'alma, em plena elevação,
O melhor de mim, a revelar.
Percebo uma rara emoção,
No meu coração arrepiar.

Pois, não são raros os momentos
Que você consegue, sem imaginar,
Proporcionar-me muitos alentos.
Demonstra sempre me apreciar,
Sem julgar meus sentimentos.

Então, o meu frágil coração, com
Emoção, consegue improvisar
Palavras carregadas de gratidão
Por, melhor do que sou, me enxergar,
Revelando uma, aparente, admiração.

Você descarta razões para me julgar
Pois, sei que por mais que eu tente,
Nem sempre eu consigo acertar
Para não fazer nada erroneamente
Você, tão coerente, evita me avaliar.

Mesmo quando a me observar
Com, impressionante, reverência,
Incrivelmente, consegue enxergar,
Sem delinear minha aparência,
Minha essência que é bem peculiar.

Vannessa Adriana Butterfly

domingo, 9 de fevereiro de 2014

COMO EU QUERO

Abraçar a vida com toda a leveza existente no meu ser
Enfrentar as chuvas e vendavais, correr pelos campos
Beijar as diversas estradas que a terra tem a me oferecer
Seguir o meu caminho, e deixar registrado em cada solo 

Pisado, as marcas do meu sensível, mas caro coração

Falar das minhas viagens, meus sonhos, meus sorrisos 

Também, das minhas lágrimas, meus anseios e desatinos
Contaminar a humanidade com o amor que há em mim
Escutar o gritante silêncio interior, e repassar ao mundo
Dançar feliz e faceira entre vales, montanhas e mares

Contribuir com o bem dos que precisam de tão pouco

Reservar-me a fazer feliz e humanizado esse mundo tão vil
Alcançar o coração dos que não conhecem bons sentimentos
Semear o bem que trago em desconhecidos compartimentos
Soar palavras de conforto, ajudar alguém a prosseguir bem

Conseguir, na minha insignificância, aprender e ensinar
Melhorar e agrupar sentimentos que estão tão dispersos

Mostrar que sou uma boa pessoa, na qual podem sentir 
Que podem confiar-me seus frágeis, sensíveis corações 
Enfim, viver tudo que me causa prazer, fazendo o bem.

Vannessa Adriana Butterfly
EM RECESSO

Silente, pensando,
Sonhando reservadamente
Ausente do mundo,
Um profundo progresso...

Vannessa Adriana Butterfly
RESTOU O QUE SINTO

Resolvi não esconder o que sinto.
Quanto o mundo me maltratou!
Desiludi e quase desisti, mas pressinto:
A vida é muito mais do que me restou.

Vannessa Adriana Butterfly