segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012



SEM JOGOS

Eu não participo de jogos de palavras, 
manipulações de atitudes, nem mesmo de 
distorções de sentimentos, pensamentos,
ações e reações, pois sou uma pessoa bem
sincera e sempre autêntica.

Eu falo ou demonstro, sem sair da linha, 
da ética, da moral, da educação e dos bons 
costumes, na cara de quem quer que seja, 
tudo o que eu penso e sinto, não sei viver 
de disfarces, envolta em falso moralismo.

Sou suficientemente mulher para assumir 
e, também, para arcar com cada uma das 
consequências, sejam elas, boas ou ruins, 
de tudo o que eu falo, de todas as minhas 
ações ou possíveis omissões.

Prefiro ser autêntica, e viver às prováveis
consequências dessa minha escolha, que 
sobreviver em infindo e total desconforto, 
ou ainda morrer sufocada pelas máscaras 
bem aparentes da hipocrisia. 

Não quero ser, e sei que não sou melhor que 
ninguém, muito menos a dona da verdade, 
até porque, a verdade é muito relativa, e 
cada pessoa tem a sua, e enxerga as coisas 
segundo um prisma diferente e único.

Mas, também não sou uma pessoa que sabe
ficar se escondendo por trás de convenções, 
do tipo,"politicamente correto", não quero 
desagradar a ninguém, mas não vivo em 
prol de agradar a todos, nem seria viável. 

E, apesar d'eu ouvir as pessoas dizerem que 
imponho o meu jeito de ser, e também, que 
elas não são obrigadas comigo assim conviver, 
mesmo assim, independente do que dizem eu 
prefiro ser eu mesma e mais ninguém. 

Vannessa Adriana Butterfly

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012


 UMA LIÇÃO DA VIDA 

A vida me lembra, sabiamente, cada novo dia,
Que ela é efêmera, e para não se tornar vazia
Eu devo aproveitar bem, a cada novo instante,
Como se fosse presente raro, sempre radiante.

Que eu preciso cuidá-la como de um brilhante,
Ladrilhá-la, tornando-a pública ao semelhante
E apresentá-la como bom exemplo de verdade,
Sem deixar de ser fiel à minha autenticidade.

Arestas devo aparar, sendo eu mesma a lapidar
Não posso, nas adversidades, chegar desanimar
Preciso moldá-la do jeito que eu melhor escolher,
Para eu alcançar a melhor maneira do bem viver.

Vannessa Adriana Butterfly