quinta-feira, 9 de junho de 2011


QUATRO ESTAÇÕES

Poucas vezes, paramos para observar que as nossas vidas passam por momentos semelhantes aos que passa a mãe natureza, mas se nos atentarmos mais a isso, não é difícil perceber...

Quantas vezes sentimos a nossa alma feliz, com uma alegria contagiante a ponto de não nos contermos em nós mesmos e queremos passar esses sentimentos aos nossos semelhantes... Nos sentimos com vida, esperança, cor, brilho e perfume... Onde recebemos visitas constantes de sentimentos de carinho, admiração, amor, compreensão e os compartilhamos com as pessoas que nos são importantes... É como se fôssemos um jardim florido visitado frequentemente por lindas borboletas... E é assim a nossa PRIMAVERA!!!

E aí, com toda essa energia, essa luminosidade que nos transmite esse período tão legal, vem o calor, o sol mais intenso que acaba por nos aquecer os sentimentos, mesmo aqueles mais esquecidos e que já os considerávamos sem chances de sentirmos novamente. É tanta coisa boa, parece que tudo é melhor, que a Lua tem mais brilho, o Sol mais calor, o Arco-íris mais cor, a Flor tem mais perfume, o Alimento mais sabor e  a Vida mais amor... É um calor que nos aquece a alma e traz aconchego ao coração... E assim acontece o VERÃO da nossa existência...

Mas nem tudo são flores, nem todos os dias, o sol brilha em nossas vidas... E vem um tempo onde é o momento de repensar, de analisar cada sentimento, cada atitude, o que realmente vale a pena de verdade... É o momento onde a nossa alma começa a perder as folhas antigas, para dar lugar às novas, pois é tempo de renovação, de transformação, de aprendizagem... E mesmo que estejamos perdendo para receber algo novo, não é fácil, a dor da perda é inevitável... É quando o sol nasce, mas não ilumina e nem aquece como em outros tempos... Mas é um tempo de renascimento, de poder encontrar caminhos para as coisas darem certo de uma certa forma... E é onde, se fizermos uso da paciência, conseguimos colher os melhores frutos... E assim atravessamos o OUTONO da nossa vida!!!

E chegamos onde é mais dolorido, onde o calor humano nos parece mais caro, mais raro... Pois enfrentar momentos de muito frio e escassez, não é nada fácil, principalmente se nos sentimos ou estamos sós... E são nesses momentos tão difíceis que quase sempre nos julgamos tão sozinhos, e nos sentimos sem muitas perspectivas... Nos fechamos em nós mesmos e muitas vezes nem percebemos que mesmo diante de tanto frio e insegurança, o Sol irradia o seu calor para nos ajudar a enfrentar e sobreviver ao rigor do INVERNO...

Mas felizmente não paramos por aí, estamos sempre seguindo em frente, e muitas vezes começamos repensar as nossas atitudes, tentamos incansavelmente desvendar os mistérios da vida e as diversas facetas do ser humano, com o único objetivo de uma vida melhor... E queremos saborear cada um daqueles frutos que colhemos anteriormente... Mas percebemos que nem tudo depende única e exclusivamente de nós, portanto, sabemos que fazendo a nossa parte, já é meio caminho andado para se chegar novamente à deliciosa PRIMAVERA!!!

E assim vamos passando sempre pelas Quatro Estações da Nossa Vida, conseguindo atravessar e vencer cada ciclo da nossa existência!!!

Vannessa Adriana Butterfly